Tratamento de Melasma Resistente

Caracterizado pelo surgimento de manchas escuras na pele, sendo mais comum na face, o melasma é mais frequente em mulheres mas também pode ser vista em homens.  Não há uma causa definida para essa condição, e muitas vezes é relacionada ao uso de anticoncepcionais femininos, gravidez e principalmente a exposição ao sol. O principal fator desencadeante dessa condição é a radiação ultravioleta e a luz visível. Além disso, fatores hormonais também estão relacionados ao surgimento de melasma durante a gestação. A predisposição genética também influencia no surgimento desta condição.

O melasma é uma condição que não tem cura, porém pode ser atenuado com ajuda de alguns tratamentos como: peeling injetável em associação com peeling químico e ozonioterapia. O tratamento de melasma resistente consiste na junção de várias técnicas, com o objetivo de clarear as manchas de melasma e prevenir o escurecimento.


O peeling é um procedimento que proporciona uma série de benefícios à pele, sendo super eficaz no tratamento de melasma.

Peeling físico: O tratamento de melasma realizado com peeling físico tem feito muito sucesso e apresentado ótimos resultados clareando manchas de melasma na pele. O uso do ácido tranexâmico no peeling físico atua inibindo o estímulo da produção de melanina e da inflamação causando o clareamento das manchas da pele.
O procedimento é realizado através da injeção de ácido tranexâmico com agulhas no tecido subcutâneo diretamente nas manchas promovendo o clareamento e prevenindo o escurecimento.

Peeling químico: O tratamento com Peeling químico é um excelente aliado para a redução das manchas de melasma. Isso porque o peeling químico estimula a renovação das células da pele por meio do uso de substâncias químicas, compostas por ácidos, que quando aplicadas sobre a pele, causam uma descamação e aceleram o processo de renovação celular. Consiste na aplicação de agentes que destroem as camadas superficiais da pele, através da descamação, seguindo-se para a sua regeneração, uniformizando o tom da pele.

Ozonioterapia: A ozonioterapia consiste na mistura de gás ozônio com oxigênio medicinal, quando usado para o tratamento de melasma, a ozonioterapia age promovendo a renovação da pele, e atua no controle da síntese da melanina e na sua distribuição, além disso age no clareamento das manchas de melasma através de uma ação intensiva que promove a uniformização do tom da pele.
.
O tipo de procedimento utilizado e o número de sessões vão depender de cada caso, o qual será definido após uma avaliação com um especialista, que irá avaliar as características da sua pele e o objetivo do tratamento.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *